Posts da categoria: Uncategorized

Pabx em nuvem Vtcall nos data centers do Google

Pabx em nuvem Vtcall nos data centers do Google

A Vtcall tem o prazer de informar, que iniciou seu processo de migração de toda sua plataforma de voz para o Google Cloud Plataform. A mesma plataforma de hospedagem de recursos de sucesso do Google como Waze, Youtube, Google Maps, Google Play, Gmail entre outros produtos.
Dentro das próximas semanas será iniciado o procedimento de migração dos servidores de voz sobre ip, que terá o processo totalmente concluído até o final de julho de 2019.

O Google Cloud Plataform é uma suite de computação em nuvem fornecida pelo gigante da internet, Google. Sua infra-estrutura está em diversos data centers espalhadas por cidades de todo o mundo, como Londres, Sydney, Mumbai, Tóquio, Hong kong, Montreal entre outros. No Brasil, sua infra-estrutura está distribuída entre 3 data centers na cidade de São Paulo garantindo assim menor latência e excelente qualidade de voz.

A Vtcall após estudos e testes avançados de segurança, performance e qualidade de chamadas em diversos aspectos, optou por utilizar como seu provedor principal o Google Cloud Plataform Brasil.
Identificamos uma excelente qualidade de chamadas em cima de ligações voip e telefonia ip, graças a virtualização de última geração do GCP e malha de fornecimento de link de Internet  extremamente eficaz.
A Vtcall montou uma plataforma redundante entre os 3 data centers do Google em SP com replicação em tempo real, assim, garantindo mais segurança a seus clientes com períodos de falhas e inoperabilidade baixíssimos.
Além disso, graças a esta mudança a Vtcall aumentou significativamente sua capacidade de processamento de chamadas.

Aos clientes Vtcall já adiantamos que todo o processo de migração será agendada, executada em períodos de baixa utilização e não haverá qualquer necessidade de reconfiguração de equipamentos por parte do cliente.

Se necessitar maiores informações sobre o serviço do Google Cloud Plataform, clique aqui.
Caso haja qualquer dúvida adicional ou sugestão contate-nos.

 

Frequência de Internet 4g lte mais rápida liberada pela Anatel

A partir desta terça-feira, 24, as operadoras móveis poderão começar a utilizar a frequência de 700 MHz para LTE em São Paulo e nos municípios paulistas de Santo André, São Bernardo e São Caetano do Sul. A liberação será marcada por solenidade da Anatel (apesar de ser realizada em Brasília), mas empresas já estão se movimentando. Ainda na sexta-feira passada, a Claro anunciou a ativação da frequência na capital paulista após a liberação do uso do espectro pela Anatel. E nesta segunda, 23, a TIM também afirmou que deverá dar início à operação com o espectro “nos próximos dias”, assim como a Vivo.

A faixa de 700 MHz foi liberada na região metropolitana paulistana após a campanha de mitigação preventiva – segundo a Anatel, a população foi informada sobre como agir em caso de interferência na TV aberta digital. Com isso, o uso da frequência no maior centro urbano brasileiro provará se o trabalho da Empresa Administradora da Digitalização (EAD) para prevenir interferências precisará de ajustes. A limpeza do espectro já havia sido feita em São Paulo, Porto Alegre, Curitiba e Belo Horizonte em maio, mas pendências impediram o lançamento nas duas primeiras ainda em maio.

Em comunicado, a TIM afirma que a infraestrutura de rede já está pronta para a ativação desde o início de julho. A operadora conta com 1.131 municípios licenciados nesse espectro, incluindo 25 capitais. A empresa diz que a próxima a contar com a frequência deverá ser Florianópolis, mas a meta é de chegar a 4 mil cidades brasileiras com 4G até 2020, alcançando 96% da população urbana.

Já a Claro ressaltou também o início da operação da faixa de 700 MHz em São Paulo após outras capitais, como Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre. A operadora destaca que a frequência será utilizada em São Paulo e nas demais cidades para a agregação de portadoras (junto com faixas de 1.800 MHz e 2,5 GHz) para, junto com funcionalidades avançadas (sistema de múltiplas entradas e saídas MIMO 4×4 e modulação de 256QAM no downlink), oferecer a tecnologia LTE-Advanced Pro, chamada comercialmente de 4,5G e atualmente presente em mais de 150 cidades.

Em comunicado, a Vivo declarou que começará a operar com a frequência tão logo seja possível – o que indica que também deverá ser nos próximos dias. Segundo a operadora, a empresa “ampliará sua cobertura 4G com a utilização da frequência 700MHz para diversos municípios no estado de São Paulo, incluindo a capital, logo após a finalização dos trâmites legais e regulatórios da Anatel”.

  • Fonte Teletime.